terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Chorar de felicidade

Hoje eu chorei de felicidade. Já chorei muitas vezes na minha vida. Chorei de dor, de tristeza, de raiva, de emoção, mas, de felicidade é algo que eu realmente posso contar nos dedos, e nem precisaria das duas mãos. É uma sensação estranha, até mesmo pra mim, que conheço bem minhas expressões faciais. Primeiro preciso dizer que o motivo do choro, é algo pelo qual eu estava esperando muito, ha muito tempo! Algo que eu tinha verdadeira necessidade que se realizasse. Eu acabei criando uma expectativa em torno disso, e quanto mais ele demorava pra se realizar, mais triste eu ficava. E hoje eu tive a resposta que eu queria! Eu não sabia se eu sorria, gritava, pulava, agradecia... e aí eu simplesmente chorei. Fiquei com medo de parecer boba, mas ainda assim não contive essas lágrimas. Foi estranho pra mim, porque em toda a minha vida, choro sempre foi associado a algo ruim. E eu não conseguia entender direito que emoção era essa que me fazia chorar, enquanto eu queria rir e gritar.
Nesse exato momento, eu sei o quanto fui boba... mas fui boba por um momento. E que bom que os momentos não duram para sempre, já que existem outros novos pra nos tirar do comodismo!

Lorena Kruschewsky

Imagem do Dia


Esse cabelo representa tudo o que eu sempre quis fazer na minha vida, mas não fiz por medo do que "os outros iriam pensar"!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

E aquele espacinho em baixo da escada?







A minha casa com certeza terá uma assim!

Pensar


Eu penso bastante. Sei que todo mundo pensa, mas eu... viajo! Sou do tipo que um pensamento vai levando ao outro, e depois outro e quando dou por mim, já fui bem longe! Penso nos dias que passaram, imagino os que ainda estão por vir, ficou ansiosa com o que ainda vai acontecer, penso no que devia ter melhorado... Acredito em Deus. E sei que não devia sofrer por antecipação por muita coisa. E é exatamente pelo fato de confiar, que eu me acalmo, porque sei que ele vai me mostrar o que é melhor. Confio, e sei que não adianta eu querer tanto uma coisa, se essa coisa não é o certo pra mim. Então entrego tudo nas mãos dele. Porque ele sim, sabe o que faz!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Look: Casamento



Vestido - mandei fazer na costureira
Sandália - It +
Clutch - sem marca
Brincos e Pulseira - Brilhus

Usei esse look no domingo, para ir ao casamento do primo do meu namorado. Não deu pra tirar foto dos detalhes, por causa do flash, já que era noite.
Nunca mais tinha postado look, e continuo me achando desengonçada; não consegui emagrecer um quilo sequer! :S

Bye!

Esse método eu nunca usei!


Aqui na Bahia, (creio eu que seja em todo o estado) o termo é "pescar" e não "colar"!

sábado, 3 de dezembro de 2011

sábado, 22 de outubro de 2011

20 maneiras de justificar sua resposta nas provas

Desde que você entrou pro ensino fundamental, em toda prova sempre tem um "Justifique sua resposta" no final de alguma questão. Muitas vezes você até sabe responder a tal questão, mas não consegue justificar. Nessas horas eu penso quem foi que inventou essa sacanagem! (com certeza um professor)
Mas então, se você sofre por não saber como justificar suas respostas, aqui vai a solução pros seus problemas:

Vi lá no Casa da Laracha.

domingo, 9 de outubro de 2011

...


Vontade de dormir sem hora pra acordar, vontade de não ir pro trabalho amanhã. Vontade de não ter q estudar. Vontade de jogar na mega sena (e ganhar!), vontade de comprar um monte de coisas. Vontade de mandar muita gente pra casa do c***, vontade de mandar matar os inimigos. Vontade de não ter medo, vontade de ser criativa. Vontade de comer muito (e não engordar), vontade de ver os parentes não tão distantes. Vontade de gritar pro mundo, vontade de comer chocolate. Vontade de tomar sorvete, e foda-se a garganta! Vontade de não ter preguiça, vontade de ouvir rock nas alturas! Vontade de aprender a costurar, vontade de aprender dança do ventre. Vontade de excluir o blog...

terça-feira, 30 de agosto de 2011

De bobeira...

Ando sem vontade de postar aqui. Sem vontade, faltando criatividade... Confesso que voltei minhas atenções pro Eu Quero esse Esmalte. Lá tá mais divertido e eu tô fazendo o que gosto. Aliás, arranjando um tempo quase que do nada, pra fazer isso, porq a faculdade voltou com força total e eu tô cheia de coisas pra fazer.
Daí começo a me perguntar: "Será que tá na hora do Pra Falar de Quase Tudo acabar?" Porque, postar look é legal, mas, não é sempre que eu me produzo pra sair, porque não é sempre que eu saio. Tirinhas de humor, eu ainda vejo por aí, mas, não são todas que eu gosto e penso q devo postar porque tem a minha cara. Já não tenho inspirações pros meus textos bobos de sempre, já não posso comentar sobre algum livro porque agora só tenho tempo pra ler as apostilas do curso... Tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, tanta coisa que eu deveria dar mais atenção - ou não.
Enquanto isso, posto quando der vontade...
Quem quiser me achar, vai ter que ver esmaltes clicando aqui.

Au revoir! :*

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Look: Faculdade


Blusa - Junior Confecções
Lenço - Sem marca
Calça - TNT
Sapatilha - Dakota
Bolsa - Ching ling

Look que usei dia desses pra ir à faculdade, aproveitando o frio que é coisa rara aqui. Se bem que esse mês, tem esfriado mesmo!

Eu não sei porque tô começando a gostar mais de postar looks... Isso é culpa sua, Ciza! hauahu

Beijos!

domingo, 21 de agosto de 2011

Look: Dia dos Pais


Vestido - Marisa
Sapatilha - Djean Neo

Look simples, mas eu achei bonito! Era pra ter postado antes, mas desde que voltei às aulas da faculdade, mal tenho tempo pros meus blogs.

------------------------------------------------------------------------------------

Aproveitando o vestido do look, eu tava devendo falar sobre a nova coleção na Marisa, né? Pois, tem realmente muita roupa bonita, mas, vou falar só sobre as que eu queria, e postei aqui.
O vestido jeans é esse lindo e confortável aí, que eu trouxe pra morar comigo. O macacão de renda, eu não gostei pessoalmente. A renda é amarelada, e quando vesti, ficou parecendo que eu tava de fralda (acho q deve combinar melhor pras magrinhas). O vestido colorido e listrado é bonito, tecido bom, costura também. Só não trouxe porque eu ía trazer o meu relógio, e ía ficar caro pois eu comprei outras roupas que não são dessa coleção. :S A blusa branca de renda é curta e larga, e eu fiquei parecendo com uma baiana de acarajé. E a t-shirt eu não encontrei :(

Comprei o meu Mondaine Twist!

Desde essa postagem, o Mondaine Twist por Reinaldo Lourenço virou sonho de consumo, e finalmente eu compreei!! \o/
Ele é lindo e super prático! Tô inventando altas combinações #aloka e só por causa dele passei a gostar de relógio de ponteiro! hauahau


;)

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Livro: A Rosa do Inverno

Quando o dever se converte em prazer…
Edward Rawlings faria qualquer coisa para não assumir o título de duque e ter de passar seus dias cumprindo as obrigações burocráticas do cargo. Por isso, não pensa duas vezes antes de viajar para a Escócia e encontrar a única pessoa que poderia substituí-lo: o sobrinho Jeremy, o menino de dez anos que era o verdadeiro herdeiro do título.
Órfão, o pequeno Jeremy vive num casebre com a tia Pegeen, uma mulher com opiniões demais para a época. Ela não quer que Jeremy cresça mimado e rodeado de riqueza. Mas sabe que Edward pode oferecer ao menino oportunidades de que ela jamais seria capaz-e aceita mudar-se para a propriedade dos Rawlings, na Inglaterra.
Acostumado a conseguir qualquer mulher, Lord Edward enlouquece com a sensualidade e os olhos verdes de Pegeen, que estava longe de ser a tia solteirona que ele havia imaginado. Mas Pegeen não está disposta a fazer mais concessões.
No entanto, ao chegar à mansão, ela logo percebe o risco que corre. Sempre movida pela razão, Pegeen sente que dessa vez seu coração está tomando as rédeas. Ela pode resistir ao dinheiro e ao status, mas conseguirá resistir a Edward?

Quando comecei a ler esse livro, confesso que não estava esperando muito dele, mas, agora ele está entre os meus favoritos! Uma história que se passa no século XIX, totalmente encantadora e até com alguns momentos "picantes". Esse é um dos livros que poderiam virar filme! Até fã da Pegeen eu fiquei! haha
Super recomendo!

domingo, 14 de agosto de 2011

Look: Festa Dançante


Blusa - Crocker
Saia - Marisa
Meia-calça - Marisa
Sapato - Zaxy Trend

Usei esse look ontem à noite para ir pra uma festa dançante (sim, o nome é brega mas é esse) aqui na minha cidade. A primeira vez que uso o meu oxford, e posso garantir: suuuper confortável! Nessas fotos pude perceber o quanto estou acima do peso :(

Ótimo domingo pra vocês!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Novidades na Marisa!

Inspirada nesse post que a Ciza (beijos, querida!) fez no blog dela, entrei no site da Marisa pra olhar a nova Coleção Primavera/Verão. Daí que eu gostei de muuita coisa! E não é novidade que eu gosto da Marisa. Meu guarda-roupa é 60% Marisa. Podem dizer que a Marisa tem muita roupa repetida e a probabilidade de dar de cara com alguém com uma roupa igual a sua é máxima, podem dizer que os tecidos não são dos melhores... Tô nem aí! Amo loja de departamento! hauahau #aloka

Deixando de conversa fiada, separei as roupas que mais gostei, e coloquei os preços também:

clica que aumenta!

Mas de todas essas, o que eu mais gostei foi o vestido jeans! Tento, tento, e não consigo sair do jeans. Juro, parece loucura, mas, quando visto outra roupa que não seja jeans não me sinto bem. Me sinto feia, e tenho a neura de achar que todo mundo tá me achando ridícula! hauahaua Sim, eu sou estranha!

E com todas essas belezuras, só tenho a dizer que: Nossa Senhora do Cartão de Crédito me abençõe!
hauahaua

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

...

[...] Eu só sei pensar alto. Viver não. A altura da vida não corresponde à altura do pensamento. Penso muito mais do que vivo. Quero muito mais do que realizo. Vivo baixo, penso alto. Não importa.[...]

Trecho do conto Avesso, do livro Mulheres de Aço e de Flores, de Pe. Fábio de Melo.

Eu só adaptei para o presente. Tem tudo haver comigo!

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Namore uma garota que lê



Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.

Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas.


Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criador pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro.
Compre para ela outra xícara de café.
Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gosta ou gostaria de ser a Alice.

É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound, cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa.

É que ela tem que arriscar, de alguma forma.
Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo.
Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas  garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim.  E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.
As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.
Por que ter medo de tudo o que você não é? 
Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. E falará como se as personagens do livro fossem reais – até  porque, durante algum tempo, são mesmo.
Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.
Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu [Cat in the Hat] e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.
Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que  pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe  monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.
Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.
Texto original: Date a girl who reads – Rosemary Urquico
Tradução e adaptação – Gabriela Ventura

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Imagem do Dia


Essa imagem me dá uma sensação de tranquilidade tão grande... uma paz, inexplicável! Dá vontade de ficar uma tarde inteira sentada nesse batente, só olhando o mar...
Não faço idéia de onde seja esse lugar, mas parece Grécia...

Com essa imagem inicio uma nova tag no blog: imagem do dia. Que como tudo nesse blog, não sei se terá continuação.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Homem de que tipo?


   Somos todos diferentes desde que o mundo é mundo. Somos homens diferentes das mulheres, mulheres diferentes de outras mulheres, e homens diferentes de outros homens. Existem homens tímidos e homens mentirosos, como também existem mulheres sinceras, e mulheres infiéis. Portanto, não posso afirmar aqui, que: "As mulheres gostam de homens assim!", porque, os tempos estão mudados, e muitas já não gostam de homens que se quer pareçam com um "príncipe encantado".
   Eu gosto de homens discretos. Homens que saibam manter um segredo, que fique com uma mulher e não precisem sair contando pros amigos no outro dia, e principalmente, que não demonstre o que ele achou daquela mulher bonita que acabou de passar por ele. Esse último requisito aí é difícil, né? Mas existe sim.
   Eu gosto de observar comportamentos, e sei daquilo que todo mundo sabe: Homens não sabem disfarçar. (pelo menos a maioria). Se uma mulher bonita passa, as reações mais comuns são: virada de pescoço, olhos fixos em alguma parte do corpo dela, às vezes acompanhados de comentários como: "Que coisa linda!", "Gostosa!" e coisas do gênero, principalmente quando eles estão com os amigos do lado. - Ah, Lorena, mas você está sendo muito exigente; isso é instinto do homem! - Ah, tá bom, saibam pelo menos disfarçar! Continue fazendo as coisas que estava fazendo como se nada tivesse acontecido, faça cara de paisagem ou sei lá o quê! Homens que pensam que existem mulheres para casar, e mulheres pra se divertir; saibam que muitas mulheres também pensam assim em relação aos homens! Eu por exemplo, quando vejo qualquer homem nessa situação logo penso: "Esse não serve pra relacionamento sério!", e acho que muitas mulheres compartilham desse meu pensamento.
   Homens discretos são inteligentes (e sabem que são), e não precisam de espetáculos à parte para serem notados. As mulheres os percebem justamente por causa de sua discrição.

Lorena Kruschewsky

E vocês mulheres, gostam de homens de que tipo?

terça-feira, 19 de julho de 2011

Um blog só sobre esmaltes!

Essa semana acordei um uma idéia fixa na cabeça;
Criar um blog somente sobre esmaltes! 
Gosto de esmaltes desde os meus 10/12 anos de idade, e hoje tenho mais de 200 vidrinhos. Gosto muito de pintar as unhas, e realmente constatei que esse é o assunto que mais posto aqui. Eu não quero acabar com o Pra Falar de Quase Tudo, mas, acho que meus vidrinhos merecem um blog só pra eles, por isso excluí daqui todas as postagens sobre esmaltes e postei lá. O blog ainda tá novo, eu ainda não tenho nenhum layout decente pra ele. Tenho que atrair novos seguidores, arranjar parcerias com marcas de esmaltes... Não assumi um compromisso, porque tenho outras coisas com que me preocupar na minha vida. Eu sei que todas as blogueiras esmaltólotras que vejo na net também tem suas vidas pra cuidar, mas, um blog desse tipo, e movimentado, eu não sei se consigo.
Enfim, eu criei o blog, mais pra minha diversão mesmo.
http://euqueroesseesmalte.blogspot.com/

Visita lá, segue, comenta, mostra pras amigas... o que quiser!
A presença de vcs lá me deixará muito feliz!
;)

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Hoje é Dia do Rock!


Me rendi ao oxford! (Zaxy Trend)

Depois de criar essa postagem aqui e depois de saber sobre a Zaxy Trend, também postada aqui, morri de amores e queria logo a minha!
Daí que fui na rua hoje, mas, nem estava procurando, e mesmo assim achei! Na loja em que eu fui, tinha a preta, e a verde, e eu calcei um pé de cada cor, fiquei em dúvida sobre a qual trazer, maas, acabei trazendo a preta, porque a verde ficou meio folgada (e olha que era o meu número), enquanto a preta ficou normal e confortável.
Só o preço é que não condiz com as informações que vi na internet. Comprei a minha por R$ 57,90, mas, acho que isso é coisa da loja mesmo, e como o comércio já estava fechando e a possibilidade de eu achar os sapatos que eu quero no meu número, é praticamente única, eu não perdi a chance!
Ah, não posso esquecer de dizer, que - pasmem; ela também tem cheiro de Melissa! Isso mesmo, o cheirinho de Tutti Frutti que toda melisseira ama! # aham,senta lá,Grendene!


Gostei muito, e agora estou em dúvida se a próxima a comprar será verde, ou a marronzinha, que eu ainda não vi de perto, mas, tenho certeza que vou gostar!



Mais alguém aí gostou da Zaxy Trend?
;D

UPDATE: A Grendene disponibilizou no site deles, um mecanismo onde você pode pesquisar onde encontrar a Zaxy na sua cidade. Além de informar a loja, eles também mostram as cores e as numerações compradas pela loja. Legal, neh? Aqui em Itabuna por exemplo, todas as lojas só compraram as cores preta, marrom e verde. Aqui o site: http://www.grendene.com.br/www/soe/frmProdutos01.aspx?cdProduto=16239&cdGenero=2&cdMarca=480

terça-feira, 5 de julho de 2011

Trança Grega

Tempo atrás, eu vi esse vídeo no Blog da Carol



Achei liinda a trança, e fiquei morrendo de vontade de fazer, mas, meu cabelo tava beem curtinho. Bem, agora o meu cabelo cresceu mais, e eu tentei fazer, ficou assim:

Clica que aumenta! ;)

Claro que neem se compara a do vídeo, e ficaria melhor se meu cabelo tivesse grandão, mas, eu tava só testando mesmo. Ah, e meu cabelo não tá dessa cor não, viu? Foi o flash! Meu cabelo é castanho escuro, mas eu tô pensando seriamente em voltar pro meu tonalizante preto azulado.. ai ai!


Tô dodói, não fui pro trabalho hoje, tô de férias; sem o que fazer. :p

Momento Música

sexta-feira, 1 de julho de 2011

No dia em que o gato falou




Era uma vez uma dama gentil e senil que tinha um gato siamês. Gato siamês! Gato de raça, de bom-tom, de filiação, de ânimo cristão. Lindo gato, gato terno, amigo, pertencente a uma classe quase extinta de antigos deuses egípcios. Êste gato só faltava falar. Manso e inteligente, seu olhar era humano. Mas falar não falava. E sua dona, triste, todo dia passava uma ou duas horas repetindo sílabas e palavras para êle, na esperança de que um dia aquela inteligência que via em seu olhar explodisse em sons compreensíveis e claros. Mas, nada!


A dama gentil e senil era, naturalmente, incapaz de compreender o fenômeno. Tanto mais que ali mesmo à sua frente, prêso a um poleiro de ferro, estava um outro ser, também animal, inferior até ao gato, pois era sòmente uma pobre ave, mas que falava! Falava mesmo muito mais do que devia! Um papagaio que falava pelas tripas do Judas. Curiosa natureza, pensava a mulher, que fazia um gato quase humano, sem fala, e um papagaio cretino mas parlapatão. E quanto mais meditava mais tempo gastava com o gato no colo, tentando métodos, repetindo sílabas, redobrando cuidados, para ver se conseguia que seu miado virasse fala.

Exatamente no dia 16 de maio de 1958 foi que teve a idéia genial. Quando a idéia iluminou seu cérebro, veio logo acompanhada da crítica, autocrítica: “Mas, como não ocorreu isso antes” perguntou ela para si própria, muito gentil e senil como sempre, mas agora também autopunitiva. “Como não me ocorreu isso antes?” O papagaio viu o brilho da dona o seu (dêle) terrível destino e tentou escapar, mas estava prêso. Foi morto, depenado, e cozinhado em menos de uma hora. Pois o raciocínio da mulher era lógico e científico: se desse ao gato o papagaio como alimentação, não era evidente que o gato começaria a falar? Não era? O gato, a princípio, não quis comer o companheiro. Temendo ver fracassado o seu experimento científico, a dama gentil e senil procurou forçá-lo. Não conseguindo que o gato comesse o papagaio, bateu-lhe mesmo - horror! - pela primeira vez. Mas o gato se recusou. Duas horas depois, porém, vencido pela fome, aproximou-se do prato e engoliu o papagaio todo.

Imediatamente subiu-lhe uma ânsia do estômago, êle olhou para a dona e, enquanto esta chorava de alegria, começou a gritar (num tom meio currupaco, meio miau-aua-au (mas perfeitamente compreensível):
- Madame, foge pelo amor de Deus! Foge, madame, que o prédio vai cair. Corre madame, que o prédio vai cair!
A mulher, tremendo de comoção e de alegria, chorando e rindo, pôs-se a gritar por sua vez: - Vejam, vejam, meu gatinho fala! Milagre! Milagre! Fala o meu gatinho!

Mas o gato, fugindo ao seu abraço, saltou para a janela e gritou de novo:
- Foge, madame, que o prédio vai cair! Madame, foge! - e pulou para a rua.

Nesse momento, com um estrondo monstruoso, o prédio inteiro veio abaixo, sepultando a dama gentil e senil em meio aos seus escombros.

O gato, escondido melancòlicamente num terreno baldio, ficou vendo o tumulto diante do desastre e comentou apenas, com um gato mais pobre que passava:

Veja só que cretina. Passou a vida inteira para fazer eu falar e no momento em que eu falei não me prestou a mínima atenção.

MORAL: - O mal do artista é não acreditar na própria criação.


quinta-feira, 30 de junho de 2011

Zaxy Trend

Eu nunca pensei q gostaria de sapato oxford. E até fiz um texto aqui sobre eles. Ainda tô em dúvidas se ele ficaria bem no meu pezinho 39, maas, confesso que tô desejando o que eu vi agora na net; A Zaxy Trend, a "inspired" da Melissa Liking. Também da Grendene, mas, por metade do preço! Melissa Liking por R$ 99,90, e Zaxy Trend por R$ 49,90.

Imagem: Amanda Dragone

Já pode sair correndo e procurando pela Cinquentenário?



quarta-feira, 29 de junho de 2011

Seu Zio e as 34.000 moedas

Todo mundo aí deve se lembrar da história do aposentado "seu Zio" que juntou 34.000 moedas de R$ 1,00 e comprou um carro, né? Pois é. Seu Zio virou garoto propaganda da Fiat, e sua história foi contada por familiares e vendedores da concessionária de Jequié - Ba, aqui nesse vídeo; assiste aí!



História bonita, hein, seu Zio!

terça-feira, 28 de junho de 2011

Amor do Dia: Lencinho de Caveira

Eu já estava a teempos desejando um lencinho de caveira. E hoje, piruando na rua, descubro essa belezinha, em uma loja de bijuterias, por apenas R$ 7,00! Ele tinha que vir morar comigo!


Tinha nas cores preto e cor de vinho também, mas, achei que esse era melhor pra combinar com tudo...