quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Presente


Costumo dizer que todos os "mimos" que me dão, são presentes... Pode ser uma foto com ou sem algum conteúdo, como essa, pode ser uma música q alguém tenha me mostrado, ou tantas outras coisas.

Essa, foi meu amigo Wallace quem me deu. ;D

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Cada doido...


com suas manias!

Esses dias minha mãe me falou que abriu o meu minhaeiro/cofrinho/o que for, e viu dentro dele embalagens de Serenatas de Amor. (É, que um amigo/ficante/pretendente a namorado) me deu. Me dá sempre!

Eu tava guardando elas, pq elas vem com frases de amor, e eu queria escrever aqui.
Eu tenho uma amiga que escreve no papel, as mensagens q ela recebe no celular... Pq eu não posso escrever aqui as frasezinhas da embalagem do chocolate?
hauahauahaua

Atóorom chocolate!

Corações em mil pedaços. O coração tem status de símbolo do amor. Mas os verdadeiros culpados são o cérebro, os feromônios, a dopamina e outras coisinhas que, cá entre nós, você nunca vai desenhar num cartão romântico.

Olhar projetado. Sem querer, você troca olhares com alguém. Se nessa hora a dopamina, a feniletilamina e a ocitocina resolverem entrar em ação, xi, ferrou.

Queria ter você pertinho. Uma pessoa que sofre de amor platônico pensa em sua paixão 24 horas por dia. Sabe por que? Porque o dia só tem 24 horas.

Sempre acho que vi você. Quem ama platonicamente enxerga o rosto da pessoa amada em todos na rua. Não é loucura. É só o desejo de um encontro repentino.

Por que esse maldito telefone não toca? O amor faz você se sentir jovem. As brigas, mais ainda. O casal parece ter cinco: cada um de um lado morrendo de vontade de ligar, mas, sem querer dar o braço a torcer.

Ossinho da sorte, "bem me quer/mal me quer" e quiromancia são algumas das bobagens que os casais apaixonados rocuram em momentos de crise. Pode parecer ridículo, mas qual casal apaixonado não é?

Beijo, a melhor coisa do mundo. Não há estudos profundos sobre o beijo. Provavelmente, no meio da pesquisa, os cientistas descobriram que é muito mais gostoso beijar do que sair por aí pesquisando.

O amor é meio cegueta. Se você está vendo tudo cor-de-rosa, das duas uma: ou você tem um grande amor, ou tem um péssimo oftalmologista.


sábado, 18 de setembro de 2010

Meu mais novo ciúme! *--*


Oown, olha quem chegou pra fazer parte da minha coleção de livroos! Lindo! Chegou anteontem, mas, junte um pouco de preguiça + cansaço e chateação = eu durante esses dias!
Quando ele chegou, Tainá viu a minha cara de criança boba com presente novo! *--*
Pena que não vou poder ler por agora, pq tenho taantas coisas pra estudar. =/ Fora que antes dele eu ainda tenho que terminar Amores que Nos Fazem Mal e começar Melancia, esse último mamis me deu, e parece disfeita colocar um monte de livros antes dele nas preferências de leituras.. E o enredo dele tb parece ser muito bom, então A Menina que Roubava Livros vai ficar pras férias. :(
Maas, tá muito bem guardado! ;)

terça-feira, 14 de setembro de 2010

All About Lovin' You




Toda vez que vejo esse vídeo lindo!, fico com vontade de ser casal. Digo, ser casal, porque quando nos unimos a uma outra pessoa, nos tornamos um só. Acrescento também vontade e não saudade de ser casal, porque, dos namoros que tive, não me lembro de momentos iguais ou pelo menos parecidos com esse do vídeo. E por isso, às vezes me pergunto se isso só existe em filmes, novelas, e videoclips de músicas românticas, ou se meus namoros é que nunca foram lá essas coisas, mesmo.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

O Laço e O Abraço


Meu Deus! Como é engraçado!

Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço... uma fita dando voltas.
Enrosca-se, mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: está dado o
laço. É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de
braço. É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido,
em qualquer coisa onde o faço.

E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando...
devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço.

Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.

E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.

Ah! Então, é assim o amor, a amizade.

Tudo que é sentimento. Como um pedaço de fita.
Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora,
deixando livre as duas bandas do laço. Por isso é que se diz: laço
afetivo, laço de amizade.

E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços.
E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum
pedaço.
Então o amor e a amizade são isso...

Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.

Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!

Mário Quintana

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Cansei...

Eu nunca pensei que fosse possível, a auto estima baixar tanto... Eu não acreditava que pessoas pudessem se refugiar de algo comendo muito... E hoje? Hoje, eu tenho motivos para me entristecer. Talvez, possam parecer fúteis, esses motivos, mas, são motivos meus, e só meus! Não, eu não quero saber da fome na África, da política do país que não muda, das pessoas que vivem nas ruas, do descaso, do desemprego e de tantos outros problemas. Me deixe apenas chorar pelos meus motivos!

Pensamentos

Tatuarei no corpo, coisas que acho bonitas.Contarei histórias vividas e inventadas.Cantarei músicas já esquecidas.Guardarei com carinho lágrimas de despedidas até poder transformá-las em sorrisos de reencontros.Nadarei em mares, cachoeiras, riachos e piscinas.Cultivareis flores.Comerei coisas doces, salgadas, amargas e até insossas.Dormirei sozinha, dormirei agarrada, não dormirei.Realizarei pequenos sonhos e batalharei para realizar grandes.Gargalharei muito e chorarei pouco...Sentirei saudades e por fim, deixarei saudades.Porque eu partirei... e levarei comigo todas as histórias que contei, os momentos que vivi e a imensa satisfação de ter sabido viver ao invés de somente existir.

Autor desconhecido.